Ir para conteúdo
FCC

Professor (Portugal)

Adriana Ferreira

É atualmente flautista principal da Orquestra da Academia Nacional de Santa Cecília de Roma. Foi solista da Orquestra Nacional de França de 2012 a 2018 e flautista principal da Orquestra Filarmônica de Roterdam em 2016-2017. Em 2010, aos dezenove anos de idade, obtém o 1º Prêmio e dois Prêmios especiais no Concurso Internacional Carl Nielsen, na Dinamarca. Em 2013, é laureada no Japão com o 3º Prêmio no Concurso Internacional de Kobe; antes de obter em 2014 o 1º Prêmio no Concurso Severino Gazzelloni em Itália. No mesmo ano, obtém o 2º Prêmio ex-æquo (1º não atribuído) e o Prêmio Coup de Cœur Breguet no Concurso Internacional de Genebra, na Suíça. Em duo com a pianista Isolda Crespi grava o CD Danse des Sylphes (Numérica), seguido de um CD para a coleção Falaut em Itália. Em 2016 apresenta um CD a solo com a Orquestra de Câmara de Genebra, para a editora Claves. Natural de Cabeceiras de Basto, Adriana Ferreira (1990-) estudou flauta na Escola Profissional Artística do Vale do Ave - Artave, na classe da professora Joaquina Mota. Como bolsista da Fundação Calouste Gulbenkian, integrou a classe de Sophie Cherrier e Vincent Lucas no Conservatório Nacional Superior de Música de Paris, onde completou os três ciclos superiores. Estudou ainda com Benoît Fromanger na Hochschüle Hanns Eisler de Berlim e é licenciada em Musicologia pela Universidade Paris-Sorbonne. Em 2015, obteve a Medalha de Mérito Público - Grau Ouro - do Município de Cabeceiras de Basto.