Ir para conteúdo
FCC

09h36

ICAC completa 20 anos de sucesso na gestão cultural em Curitiba

Nesta segunda-feira (23/1), o Instituto Curitiba de Arte e Cultura completa 20 anos de atividades em Curitiba. O instituto que atua nos campos da gestão e produção cultural foi criado em 23 de janeiro de 2003. A entidade é responsável, via contrato de gestão, por administrar espaços, gerenciar grupos e executar projetos nas áreas de música, literatura, audiovisual, dança e economia criativa do município de Curitiba. 

A entidade sem fins lucrativos foi qualificada pelo Decreto Municipal 1107/2003 como Organização Social de Cultura. Em 2004, em consonância com a Fundação Cultural de Curitiba (FCC), teve inicio a parceria em atividades vinculadas à música, como a gestão da Camerata Antiqua de Curitiba e do Conservatório de MPB. Desde então, o ICAC responde pela execução das políticas públicas traçadas pela Prefeitura e implementadas pela FCC. 

Dentro dos grupos artísticos se encontram a Camerata Antiqua de Curitiba e os grupos vinculados ao Conservatório de MPB, a Orquestra à Base de Corda, a Orquestra à Base de Sopro, o Vocal Brasileirão, o Grupo Brasileiro e o Coral Brasileirinho. O Instituto mantém ainda a Banda Lyra e o Grupo Choro e Seresta, muito populares em Curitiba. Espaços culturais importantes, como o Cine Passeio e a Capela Santa Maria, que em 2023 completa 15 anos, também são gestionados pela organização social.

Exemplo de sucesso

“A história do Instituto se confunde com a própria FCC, que deu uma enorme contribuição para a cidade com a criação da Organização Social 20 anos atrás. Naquela época Curitiba foi pioneira na adoção deste modelo de gestão, muito presente em diversos estados da federação. No Paraná, o ICAC e o Museu Oscar Niemeyer são exemplos de sucesso, eficácia e eficiência de gestão cultural”, afirma Marino Galvão Jr., diretor executivo do instituto.   

Ao longo dos anos as ações culturais se multiplicaram, também foi ampliada a abrangência do Instituto que se consolidou com credibilidade e transparência. Seu potencial administrativo e técnico cresceu e atualmente são quatro os principais pilares de gestão do ICAC na cidade: gestão de equipamentos culturais, administração de grupos artísticos, execução de programas artísticos, produção e co-produção de grandes eventos.

Entre os grandes eventos executados pelo ICAC está a Oficina de Música de Curitiba, que em 2023 completa 40 edições, tornando-se, desde 2005, um dos maiores e mais antigos programas executados pelo instituto.

Enfim, um ano de muita comemoração para Curitiba. A cidade festeja seus 330 anos, a Fundação Cultural de Curitiba chega aos 50 e o ICAC completa 20 anos. Datas emblemáticas que se unem e colocam luz sobre importantes programas do desenvolvimento artístico e cultural da capital paranaense.

Autor: Instituto Curitiba de Arte e Cultura
Fonte: Assessoria de Imprensa

Compartilhe:

Fale com a comunicação