Ir para conteúdo
FCC

12h30

Do samba ao jazz, MPB une ritmos na Oficina de Música

As apresentações das 20h30, horário nobre na programação artística da 38ª Oficina de Música de Curitiba, vão do MPB com Danilo Caymmi, passando pelo jazz de piano solo com Amaro Freitas ao som eletrônico do trio Tuyo. As transmissões ao vivo acontecem até sábado (27/1) diretamente do Teatro do Paiol. Assista gratuitamente pelo link www.oficinademusica.org.br/aovivo

Nesta quarta-feira (27/1) a música popular brasileira entra em cena com o cantor e compositor Danilo Caymmi. A última apresentação do músico com público presente foi na Oficina de Música de 2020, quando lotou o Teatro Guaíra.

“Além de bicho de palco, também já me sinto bicho do Paraná. Fico impressionado com a cultura musical local, estou conhecendo a cena na cidade e me surpreendendo”, comentou Danilo, que mora em Curitiba há dois anos.

A apresentação traz algumas das composições mais significativas da sua carreira, como O Bem e o Mal, O que é o Amor e Andança. Também fazem parte do repertório, canções de Dorival Caymmi e Tom Jobim. Danilo será acompanhado por João Egashira (violão), Fábio Cardoso (piano) e Luís Rolim (percussão).  

Mais atrações

O solo de piano de Amaro Freitas acontece na quinta-feira (28/1). O show é um fluxo musical sem fronteiras que conecta com naturalidade o folclore do nordeste brasileiro à vanguarda de nomes como Vijay Iyer, Craig Taborn, Thelonious Monk e dos seus conterrâneos Moacir Santos e Dominguinhos.

Prata da casa, a sambista Mãe Orminda anima a sexta-feira (29/1), acompanhada por Julião Boêmio (cavaquinho), Ricardo Salmazo (percussão) e Lucas Melo (violão 7 cordas). Fecha a programação, no sábado (30/1), a Tuyo, banda formada por Machado, Lio e La que funde organicidade e texturas eletrônicas com temáticas existenciais.

Perdeu? Não tem problema

A programação completa já ocorrida da Oficina também está acessível no link acima. Nesta segunda-feira (25/1), se apresentaram o duo de voz e piano de Vanessa Moreno e Salomão Soares. O aniversariante do dia, Tom Jobim, foi um dos homenageados com as músicas Correnteza e Toda Maria.

Na terça-feira (26/1) a programação contou com o Show 1,2 & Jazz. O multi-instrumentista Arismar do Espírito Santo e o contrabaixista Glauco Solter promoveram uma viagem através do criativo.

Parceria

A 38ª Oficina de Música de Curitiba é uma realização da Prefeitura de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba e do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (Icac), com apoio máster da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Família Farinha, Escola de Música e Belas Artes do Paraná, Universidade Estadual do Paraná (Unespar), Consulado da República Argentina em Curitiba e Consulado Geral dos Estados Unidos em São Paulo também apoiam o evento. Este projeto foi contemplado pelo Prêmio Funarte Festivais de Música 2020.

Serviço

Transmissão ao vivo do Teatro Paiol sempre às 20h30
Transmissão pelo site do evento: www.oficinademusica.org.br/aovivo

27 DE JANEIRO (QUA), 20H30
DANILO CAYMMI, JOÃO EGASHIRA E GRUPO

28 DE JANEIRO (QUI), 20H30 
AMARO FREITAS – SOLO

29 DE JANEIRO (SEX), 20H30 
 MÃE ORMINDA – ENERGIA E LUZ

30 DE JANEIRO (SAB), 20H30 
TUYO

Autor: Fundação Cultural de Curitiba
Fonte: Assessoria de Imprensa

Fale com a comunicação

Veja Também

Outras Notícias

Edição virtual termina com mais de 50 mil visualizações

Continue lendo

Concerto de encerramento mistura estilos e linguagens

Continue lendo

Mestrinho e Orquestra À Base de Corda celebram Dominguinhos e Piazzolla

Continue lendo

Show exalta Milton Nascimento e a força de negros e mulheres

Continue lendo