Ir para conteúdo
FCC

12h09

DJ BK 12 traz o RAP para a Oficina de Música de Curitiba

No Teatro da Vila, na CIC, a noite de sábado (9/7) foi do RAP. No repertório da apresentação que integrou a programação da 39ª oficina de Música de Curitiba, músicas de alguns dos grupos mais renomados do RAP brasileiro: racionais MCs, Black Alien, e Criolo, Emicida e Du Rap, performadas e remixadas pelo DJ curitibano BK12, um dos professores desta edição.

Subiram ao palco rappers convidados como Beduíno e Jaquelivre, Simonetti e ISK, que elogiaram a Oficina de Música e o novo Teatro da Vila Nossa Senhora da Luz. “Achei muito, muito bom! Não é sempre que temos um espaço pra trazer a cultura do Hip Hop, do RAP, da discotecagem. O movimento está crescendo e a Oficina de Música abriu o espaço”, disse ISK.

A apresentação também emocionou o público. “Achei tão lindo e fiquei emocionada de ver esses jovens que moram aqui, cantando tão lindo e esse teatro é presente para a comunidade” disse  Almerinda Régis Reginatto, moradora do bairro Nossa Senhora da Luz.

O show de discotecagem foi resultado do curso "O Movimento Hip-Hop e suas Práticas musicais", ministradas por  Kleber Tiago Gregório (BK12), que conhece a Vila Nossa Senhora da Luz  como ninguém.  Curitibano, viveu a infância no bairro da CIC, onde a Prefeitura de Curitiba inaugurou o Teatro da Vila em novembro passado.

BK 12, foi aluno da Rede Municipal de Ensino, do Colégio Estadual do Paraná e do Conservatório de Música Popular Brasileira (MPB). Na Universidade Federal do Paraná (UFPR) cursou Química até o terceiro ano, mas a paixão pela música fez com que ele mudasse para graduação em Produção Sonora. 

Em sua trajetória, BK12 se apresentou no Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul, tocando em grandes festivais como Lupaluna e o Brasileiro Profissional e Amador de Skate. Abriu shows do rapper Criolo, Zeca Baleiro, Lenine, Marcelo D2, Charlie Brown Jr, Seu Jorge e muitos outros nomes da MPB. 

O DJ sempre acompanhou e participou de cursos da Oficina de Música de Curitiba e tinha o sonho de ser professor no evento. “Quando comecei a estudar música, participava das Oficinas, sempre como aluno, admirando e sonhando muito em ter um espaço para o Hip-Hop, pro RAP e, este ano, ganhamos este espaço maravilhoso”, disse BK12.. 

O convite para ser professor veio pelo diretor artístico de MPB, João Egashira, que ofereceu o Teatro da Vila para as aulas e o show de encerramento. “Quando eu soube que seria na Vila, achei fantástico porque há 20 anos eu vivia nesta comunidade. Voltar para trazer a cultura no lugar onde eu cresci, me deixou muito feliz, emocionado”, diz BK12.

Os 20 alunos que se inscrevam no curso são de Curitiba e da Região Metropolitana, e também estavam na plateia para aplaudir o professor e ídolo do movimento. Jefferson Rodrigues é produtor musical e DJ, mas sempre estudou sozinho. "Nunca tive a oportunidade de fazer um curso, especialmente voltado ao Hip-Hop. Foi muito importante a Oficina, aprendi muito em três dias, mas é preciso um curso, mais longo”, sugere o produtor Jeff.  

De São José dos Pinhais, João Vitor Blem da Silva participou dos três dias aulas na CIC.  “Deu para entender bem os fundamentos, o contexto histórico, as funcionalidades básicas de um toca-discos, como desenvolver esse trabalho”, disse.

Parcerias

A 39ª Oficina de Música de Curitiba é uma realização da Prefeitura de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba e do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (Icac), Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo Pátria Amada Brasil, com apoio da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, do Banco Nacional de Desenvolvimento de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Sistema Fiep/Sesi e patrocínio da Volvo do Brasil.

Também apoiam o evento: Centro Cultural Teatro Guaíra, Comunidade Evangélica Luterana Igreja de Cristo, Família Farinha, Escola de Música e Belas Artes do Paraná – Campus Curitiba I da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), Teatro Regina Casillo e Lamusa-UFPR e Rádio Educativa 91.7 FM.

Autor: Prefeitura de Curitiba
Fonte: Assessoria de Imprensa

Fale com a comunicação

Veja Também

Outras Notícias

Oficina de Música termina com show eletrizante de Margareth Menezes

Continue lendo

Erudito e popular viram uma só música em concerto de encerramento

Continue lendo

DJ BK 12 traz o RAP para a Oficina de Música de Curitiba

Continue lendo

Neymar Dias transporta a música de Bach para a viola brasileira

Continue lendo

Spok e Banda Lyra fazem o público dançar na abertura do Festival de Inverno

Continue lendo