Ir para conteúdo
FCC

11h38

Afropop de Margareth Menezes vem esquentar final da 39ª Oficina de Música

Oficina de Música, que pela primeira vez em 39 edições acontece durante o inverno curitibano, vai terminar os dez dias de intensa programação com o calor da Bahia. O grande show de encerramento no próximo domingo (10/7), às 20h, no Guairão, será com cantora baiana Margareth Menezes e Orquestra À Base de Sopro.

Margareth Menezes levará para o palco os sucessos de seus 35 anos de carreira acompanhada da orquestra curitibana, que fará também uma homenagem ao compositor curitibano Lápis, Palminor Rodrigues Ferreira, que estaria completando 80 anos em 2022.  

“A primeira parte do show será uma homenagem a esse grande músico curitibano, Lápis, e dele vamos tocar a música Vestido Branco, e em seguida entramos numa estética ligada aos ritmos afro-brasileiros instrumental, com músicas de Letieres Leite, Moacir Santos e André Mehmari. E depois, Margareth Menezes trazendo a alegria e alto astral da música baiana e do movimento afropop, do qual ela é precursora desde a década de 1990”, diz David Sartori, diretor da Orquestra à Base de Sopro.

Após essa introdução, a cantora baiana entra no palco para espantar o frio e chacoalhar o público com músicas que marcaram a sua carreira, como Eligibô e Faraó. No repertório estão também Ifá, um Canto Prá Subir, Capoeira Mundial, Terra Aféfé, Paraguassu e Brisa do Mar.           

Estrela do afropop

Convidada pela Oficina de Música, Margareth Menezes é a grande representante do afropop brasileiro, estilo musical urbano com base nas raízes afro-brasileiras. Uma das vozes mais potentes da música nacional, a cantora e compositora tem 35 anos de trajetória artística com marcos recentes importantes: em 2021 foi nomeada como uma das personalidades negras mais influentes do mundo pela Mipad 100, entidade chancelada pela ONU; e em 2020 foi indicada pela quarta vez ao Grammy, a maior premiação de música do mundo, além de ter atuado como protagonista em um seriado de streaming voltado para a população negra e ter sido nomeada embaixadora do Folclore e da Cultura Popular do Brasil pela IOV/Unesco.

Seu último lançamento, o single Terra Afefé, uma parceria com Carlinhos Brown, é uma ode à feminilidade ancestral, uma exaltação ao lugar da mulher na formação da humanidade e um chamado a Iansã, orixá dos ventos e tempestades. O álbum mais recente, “Autêntica”, de 2019, é uma celebração às mulheres e às questões sobre negritude. Foi indicado ao Grammy Latino 2020 na categoria de Melhor Álbum de Música de Raízes em Língua Portuguesa.

Margareth Menezes é uma das artistas brasileiras mais ouvidas internacionalmente. Em mais de três décadas de trabalho, já são 17 obras lançadas, entre LPs, CDs e DVDs, e 23 turnês internacionais por todos os continentes do mundo.

Sopros brasileiros

Um dos grupos artísticos da Fundação Cultural de Curitiba, a Orquestra À Base de Sopro é especializada em música popular brasileira. Formada em 1998, tem em seu currículo lançamentos fonográficos e artistas convidados, como Nelson Ayres, Joyce Moreno, Toninho Ferragutti, Vittor Santos, Itiberê Zwarg, Proveta, Roberto Sion, Mauro Senise, Laércio de Freitas, Léa Freire, Chico Mello, Emílio Santiago, Egberto Gismonti e Maria Rita.  A orquestra tem seis CDs gravados, sendo o primeiro com obras de Waltel Branco, e os demais com Arrigo Barnabé, André Mehmari, Gabriele Mirabassi e Léa Freire. É considerada hoje um dos principais grupos de MPB do país, e vem se aprimorando na pesquisa de novas sonoridades para a música popular brasileira.

Parcerias

A 39ª Oficina de Música de Curitiba é uma realização da Prefeitura de CuritibaFundação Cultural de Curitiba e do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (Icac), Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo Pátria Amada Brasil, com apoio da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, do Banco Nacional de Desenvolvimento de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Sistema Fiep/Sesi e patrocínio da Volvo do Brasil.

Também apoiam o evento: Centro Cultural Teatro Guaíra, Comunidade Evangélica Luterana Igreja de Cristo, Família Farinha, Escola de Música e Belas Artes do Paraná – Campus Curitiba I da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), Teatro Regina Casillo e Lamusa-UFPR e Rádio Educativa 91.7 FM.

Inverno Curitiba

O Inverno Curitiba 2022 é uma iniciativa da Prefeitura para promover o destino e reúne atividades culturais, gastronômicas, de economia criativa, esporte e lazer, de sustentabilidade e inovação dos setores público e privado. A programação começa no dia 15 de junho, vai até 31 de julho e pode ser conferida no portal Inverno Curitiba.

39ª Oficina de Música de Curitiba - Show de encerramento

Orquestra À Base de Sopro convida Margareth Menezes

Local: Grande Auditório do Teatro Guaíra
Data e horário: 10 de julho (domingo), às 20h
Ingressos a R$ 50 e R$ 25 pelo site www.ticketfacil.com.br

Autor: Prefeitura de Curitiba
Fonte: Assessoria de Imprensa

Fale com a comunicação

Veja Também

Outras Notícias

Oficina de Música termina com show eletrizante de Margareth Menezes

Continue lendo

Erudito e popular viram uma só música em concerto de encerramento

Continue lendo

DJ BK 12 traz o RAP para a Oficina de Música de Curitiba

Continue lendo

Neymar Dias transporta a música de Bach para a viola brasileira

Continue lendo

Spok e Banda Lyra fazem o público dançar na abertura do Festival de Inverno

Continue lendo