Ir para conteúdo
FCC

Programação Artística

janeiro 2021

TAPUIA TRIO

Horário
12h00
Preço
Gratuito

Atenção: O concerto será apenas transmitido pelo Link: www.oficinademusica.org.br/aovivo.

Não haverá presença de público em razão dos protocolos de distanciamento social  devidos à Covid 19.  

 

Transmissão ao vivo do Teatro Paiol

“TAPUIA TRIO”

Cida Airam – Canto e composições

Matheus Braga – Violão, canto e composições

Gilberto Fernandes “o Tampinha” – Percussão

O Tapuia Trio é composto pela cantora e compositora Cida Airam, o violonista, cantor e compositor Matheus Braga e o percussionista Gilberto Fernandes, “o Tampinha”. Cada integrante tem uma trajetória musical extensa e diversificada e se uniram para formar o grupo em 2019 com o objetivo de apresentar a diversidade rítmica e melódica da música do Nordeste Brasileiro. No repertório tem baião, xote, ciranda, samba de roda, coco de roda e embolada. Os três nordestinos, radicados em Curitiba, vem apresentando releituras de grandes compositores nordestinos e suas próprias canções autorais.

Os três nordestinos, radicados em Curitiba, vem se apresentando em festivais, bares e eventos da cidade, apresentando releituras de grandes compositores nordestinos e suas próprias canções autorais.

 

Programa

Matheus Braga

ODÉ

 

Cida Airam e Kaline Paiva

Serpenteia

 

Matheus Braga

Miragem

 

Matheus Braga

Bom Retiro

 

Cida Airam

Namoradeira

 

Cida Airam

Flor das águas

 

Matheus Braga

Eu to aqui no Paraná

 

Cida Airam, Matheus Braga e Luiza Nucada

Forró do Signo

 

Fábio Souza

Januário

 

Ricardo Ribeiro

Arribaçã

 

 

 

 

 

Oficina Verde: Minha Cozinha é PANC!

Horário
15h00
Preço
Gratuito

Atenção: O evento será transmitido pelo Link: www.oficinademusica.org.br/aovivo

Não haverá presença de público em razão dos protocolos de distanciamento social  devidos à Covid 19.  

 

Tema - Oficina Minha Cozinha é PANC! - com Amanda Benghi Marfil

Introdução: As PANCs – Plantas alimentícias não convencionais estão em todos os lugares, em todos os terrenos abandonados, em todas as hortas, pois são o alimento da natureza. Em qualquer lugar onde possa nascer uma planta, as ervas selvagens no processo de sucessão natural chegam primeiro, curando o solo e a vida, nos servindo de indicadores, de alimento e remédio.

Toda planta foi mato em algum lugar algum dia, mas nós, seres humanos domesticamos as plantas e com o passar dos anos algumas espécies e variedades foram sendo selecionadas pela lógica do mercado, e nos afastamos de muitas delas. Se nos alimentarmos na lógica da abundância, que é a lógica da floresta, nossa alimentação enriquece, de cores, sabores, aromas e nutrientes. Nossos ancestrais plantavam os próprios alimentos e guardavam suas sementes para semear na safra seguinte e trocar entre amigos e vizinhos, desta forma garantiam que estas espécies se mantivessem no tempo, com o tempo essas práticas foram se perdendo por diversos motivos, como econômicos, cultural, questões de gênero e geração, entre outros e atualmente nossa alimentação é escassa de diversidade e atualmente 75% da alimentação humana do planeta provém de apenas 12 espécies vegetais e 5 espécies animais, e nossa geração nunca comeu tomate roxo, berinjela branca ou abobora colorida. Trabalhar o tema das PANC´S é resgatar a nossa agrobiodiversidade e reaprender a se alimentar com abundância.

Proposta: Trabalhar a reflexão, a divulgação e o conhecimento sobre as Plantas Alimentícias Não Convencionais - PANCs, desenvolvendo atividade teórica e gustativa visando a identificação e o uso culinário destas plantas em consonância com o direito humano constitucional da Segurança Alimentar e Nutricional; Trazendo o contexto histórico e chegando até a nossa realidade alimentar e nutricional atual, construindo propostas de mudanças possíveis para nossa sociedade.

Conteúdo da Oficina: Histórico e reconhecimento das PANC; Potencial gastronômico das PANCs; Formas de preparo e uso na culinária; Receitas e dicas de uso não convencional de alimentos convencionais; Aproveitamento integral dos alimentos; Reflexão e contextualização do ato político de se alimentar, apresentando como proposta agroecologia e suas possibilidades de atuação na sociedade, meio rural e urbano como possibilidades de mudanças econômicas e sociais.

Amanda Benghi Marfil: Formada em Filosofia, é Chef de Cozinha e agricultora agroecológica especializada em culinária agroecológica vegetariana e vegana. Proprietária da cozinha agroecológica Marfil, que desde 2010 é referência em processamento de produtos orgânicos certificados.

Público Alvo: a partir de 14 anos

 

AuLive com a Cantora convidada Monica Salmaso

Horário
19h00
Preço
Gratuito

Atenção: O concerto será apenas transmitido pelo Link: www.oficinademusica.org.br/aovivo

Não haverá presença de público em razão dos protocolos de distanciamento social  devidos à Covid 19.  

 

AuLive com a Cantora convidada - Monica Salmaso

Para esta edição da Oficina de Música foi reservada uma faixa de horário dedicada às AuLives, que consistirão em uma série de bate-papos com alguns dos mais significativos artistas da Música Brasileira. Naturalmente, não se tratam de aulas formais, mas certamente, por meio dos depoimentos e falas de tão singulares e importantes artistas, sempre é possível aprender mais sobre Música, Cultura, Arte e Brasil. A mediação dos bate-papos será realizada por Roberta Martinelli, é apresentadora do programa “Cultura Livre” da TV Cultura, radialista da Rádio Eldorado e foi colunista do jornal “O Estado de São Paulo”. Participará também dos bate-papos o músico João Egashira, diretor artístico da Orquestra À Base de Corda e da Oficina de Música de Curitiba – MPB.

 

Salomão Soares & Vanessa Moreno

Horário
20h30
Preço
Gratuito

Atenção: O concerto será apenas transmitido pelo Link: www.oficinademusica.org.br/aovivo.

Não haverá presença de público em razão dos protocolos de distanciamento social  devidos à Covid 19.  

 

Transmissão ao vivo do Teatro Paiol

“SALOMÃO SOARES & VANESSA MORENO”

PROGRAMA

Milton Nascimento/Fernando Brant

Conversando no bar

 

Fernando Brant, Márcio Borges e Lô Borges

Para Lennon e McCartney

 

Djavan

Milagreiro

 

Egberto Gismonti

Sanfona

 

Tom Jobim e Luiz Bonfá

Correnteza

 

Filó Machado

Boca de leão

 

Djavan

Pedro Brasil

 

Tom Jobim, Chico Buarque e Vinícius de Moraes

Olha Maria

 

Hermeto Pascoal

De sábado pra Dominguinhos

 

Lenine e Paulo César Pinheiro

Leão do Norte

 

Dominguinhos e Anastácia

Sanfona sentida

 

Rafael Alterio e Kleber Albuquerque

Xi, de Pirituba a Santo André

 

Milton Nascimento e Ronaldo Bastos

Nada será como Antes

 

Chão de Flutuar. Esse é o título do primeiro álbum do duo formado pela cantora e compositora paulista Vanessa Moreno e o pianista paraibano Salomão Soares. Os instrumentos, voz e piano, podem ser ouvidos nesse projeto com brasilidade, nuances

rítmicas, espontaneidade e improvisação, gravado e patrocinado pelo Estúdio Gargolândia de Rafael Altério. Passeando por diversas vertentes da música brasileira, canções como "Canção do Amanhecer", de Edu Lobo e Vinícius de Moraes e "Correnteza" de Tom Jobim e Luiz Bonfá ganham roupagens cheias de lirismo e sutilezas. Já "Boca de Leão" de Filó Machado vem recheada de nuances rítmicas e improvisações. "Ninho de Vespa" de Dori Caymmi é um frevo instrumental que aparece cheio de espontaneidade e com a voz cantando a melodia junto do piano. Também fazem parte do disco as canções Conversando no Bar (Milton Nascimento/Fernando Brant), Quebradeira de coco (Roque Ferreira), Sanfona  Egberto Gismonti), Pedro Brasil (Djavan), Via Crucis (Guinga/ Edu Kneip), Xi, de Pirituba a Santo Andre´ (Rafael Alterio/Kleber Albuquerque), Sanfona Sentida (Dominguinhos/Anasta´cia) e Fica Mal com Deus (Geraldo Vandre´).

Sobre VANESSA MORENO

Vanessa Moreno, que em 2017 e 2018 foi vencedora do Prêmio Profissionais da Música na categoria 'Cantora', é natural de São Bernardo do Campo em São Paulo e iniciou seus estudos musicais aos 15 anos por intermédio do violão. A partir de então, vem construindo uma considerável trajetória como intérprete e compositora, com uma carreira já repleta de experiências em diferentes vertentes musicais, sendo reconhecida atualmente como uma das grandes revelações da música brasileira. A cantora tem dois discos lançados com o contrabaixista Fi Maróstica, “Vem Ver (2013) e Cores Vivas - Canções de Gilberto Gil (2016), um CD solo “Em Movimento” e em 2019 lançou “Chão de Flutuar” em duo com o pianista paraibano Salomão Soares. Vanessa ainda integrou durante quatro anos o trabalho "Saraivada" de Chico Saraiva (Prêmio Visa 2009) ao lado do percussionista Ari Colares.

Participou de diversas gravações e shows com artistas da música brasileira, como Gilberto Gil, Roberto Menescal, Rosa Passos, Fabiana Cozza, Chico Pinheiro, Sergio Santos, Swami Jr., Arismar do Espírito Santo, Filó Machado, Zé Pitoco, Nailor Proveta, Mônica Salmaso, Maria Gadu, Tó Brandileone, Criolo, Dani Black, Alexandre Ribeiro, Marcelo Pretto, Toninho

Ferragutti, Ellen Oléria, Renato Braz, Mônica Salmaso, entre outros.

Para conhecer, acesse: www.youtube.com/vanessamoreno

 

Sobre SALOMÃO SOARES

Salomão é vencedor do Prêmio MIMO Instrumental 2017, finalista do Piano Competition no Festival de Montreux 2017 – Suíça, vencedor do Prêmio Novos Talentos do Festival Savassi 2018 e também, foi o artista convidado para quatro shows no Festival SESC Jazz 2018 - um dos mais renomados festivais de jazz da América Latina, sendo convidado especial de Hermeto Pascoal para o show de encerramento do mesmo evento. Com 30 anos, Salomão

Soares vem se destacando como uma das grandes revelações da nova geração de pianistas brasileiros. Nascido e criado em Cruz do Espírito Santo, interior da Paraíba, e atualmente morando em São Paulo, Salomão é pianista, arranjador e compositor. Já dividiu palco com nomes marcantes da música brasileira como Hermeto Pascoal, Leny Andrade, Toninho Horta,

Filó Machado, Nenê, Vinicius Dorin, Itiberê Zwarg, Altay Veloso, Arismar do Espírito Santo, Mônica Salmaso, Renato Braz. Em 2018 o pianista lançou seu primeiro CD “Alegria de Matuto” e um disco em duo com o acordeonista Toninho Ferragutti. Em 2019 lançou “Colorido Urbano”, a´lbum de estreia de Salomão Soares Trio (Selo Blaxtream) e o CD “Chão de Flutuar” duo com a cantora e compositora Vanessa Moreno.

 

 

 

 

Circuíto Off: Show com As Brejeiras

Horário
22h30
Preço
Gratuito

Atenção: O concerto será apenas transmitido pelo Link: www.oficinademusica.org.br/aovivo

Não haverá presença de público em razão dos protocolos de distanciamento social  devidos à Covid 19.  

 

Voz e percussão - Jô Nunes

Violão 7 cordas - Beatriz Schneider

Voz, flauta e percussão - Mariana Zibah

Voz e cavaquinho - Gisele Fontoura

 

 

Programação

25 hoje segunda
5 eventos | Ver todos
mês anteriorjaneiro de 2021próximo mês
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31123456

Gêneros