Ir para conteúdo
FCC

Música e Educação Musical Inclusivas - OUVINTE

Especial

28 de janeiro - Música, Educação Musical e Deficiência Visual

Com Luiz Amorim

Assim como somos todos pessoas diferentes, não existe uma forma única de tocar, cantar, aprender ou ensinar música. Esta oficina apresentará as formas como pessoas cegas e com baixa visão vivenciam as experiências do fazer, aprender e ensinar música. A música é feita para ser ouvida. Mas na sociedade em geral, são os olhos que guiam os estudos e as práticas musicais. Como convite a se construir uma sociedade inclusiva e acessível para todos, esta oficina traz a oportunidade de conhecer, não formas específicas deste grupo, mas estratégias que podem ser úteis para ampliar as possibilidades dos sentidos de todos.


29 de janeiro - Música e Autismo: Estratégias e aplicabilidade do ensino da linguagem musical para pessoas com autismo

Com Liana Monteiro e mediação de Luiz Amorim

Esta oficina apresentará de forma criativa as possibilidades do fazer musical em contexto inclusivo, dando ênfase às peculiaridades inerentes ao universo das pessoas com autismo. Num mundo cheio de sons, vindos de diferentes fontes sonoras, o excesso de estímulos gera sobrecarga no cérebro de pessoas com TEA, e é preciso realizar ajustes e adaptações que permitam que esse cérebro se organize, proporcionando um melhor envolvimento, desenvolvimento e interação com o universo dos sons.


30 de janeiro - Meu Ouvido Esquerdo: Perspectivas para um trabalho em Educação Musical no contexto surdo

Com Radamir Sousa e mediação de Luiz Amorim

Aqui, pretende-se mostrar a importância de um olhar ressignificado sobre o sujeito surdo e seu lugar no processo da Educação Musical (EM). No contexto da Educação Brasileira, as muitas formas de inclusão do sujeito surdo preservam e consideram as pontes interculturais que estruturam a construção do conhecimento. No campo da EM, contudo, as metodologias e abordagens, em sua maioria, ainda desconsideram aspectos da cultura surda, centram-se na concepção fisiológica da surdez e não levam em conta o incremento que as impressões cognitivas e psicossociais, dadas pela EM, proporcionam. O mundo contemporânio, alinhado com a valorização das humanidades - e seus desdobramentos -, à construção de novas metodologias - como práxis libertadora e inclusiva -, distancia-se da escolática tradicional e passa-se a entender as aproximações e fluxos do processo de aprendizagem dos contexto sonoro-musicais do sujeito surdo. Levando-se em conta estes aspectos, as ações propostas por estas discussões levantarão aspectos relativos ao sujeito e à cultura surda, aos processos da Educação Inclusiva e surdez, à Educação Musical e surdez e propostas metodológicas, modificações e ambiência, além de estratégias que ajudem na construção da consciência sonoro-musical e seus aspectos, pelo sujeito surdo.

Pré-requisitos: Interesse pelo tema da inclusão de pessoas com deficiência na área da atuação musical e Educação Musical.

 

Classe OUVINTE

A inscrição neste tipo de classe dará direito de acesso às aulas gravadas, sendo estas disponibilizadas em até 24 horas após a sua realização. IMPORTANTE: Sem possibilidade de interação entre aluno(s) e professor(es).

ATENÇÃO: A INSCRIÇÃO NESTE CURSO DARÁ DIREITO DE ACESSO APENAS AO CONTEÚDO INDICADO NA EMENTA ACIMA.  PARA TER DIREITO DE ACESSO À TODAS AS AULAS GRAVADAS DA 38ª OFICINA DE MÚSICA DE CURITIBA, O ALUNO DEVERÁ REALIZAR A INSCRIÇÃO EM: TURMA ESPECIAL DE ACESSO À TODOS OS CURSOS - OUVINTE

Categoria
MPB
Valor
R$ 30,00*
Local
Online - Plataforma Digital
Seleção
Não
Nº Vagas
500
Nº Inscritos
14
Professor
Luiz Amorim (Brasil)
Radamir Sousa (Brasil)
Liana Monteiro (Brasil)
Turma Única
Período
29/01/2021 à 31/01/2021
Horário das Aulas
  • 29/01/2021 - 00h00 às 06h00
  • 30/01/2021 - 00h00 às 06h00
  • 31/01/2021 - 00h00 às 06h00
* Matriculando-se em mais de um curso, você tem direito a um desconto progressivo.